Reis de Portugal

Henrique de Borgonha, conde de Portucale

 

Afonso I O Conquistador
O Fundador
O Grande
27 de Julho de 1139 6 de Dezembro de 1185 Também chamado Afonso Henriques (Afonso, filho de Henrique; aqui radica a designação que os muçulmanos lhe atribuíram, Ibn-Arrik - «filho de Henrique»).
Sancho I O Povoador 6 de Dezembro de 1185 27 de Março de 1211  
Afonso II O Gordo
O Crasso
O Gafo
O Legislador
27 de Março de 1211 25 de Março de 1223  
Sancho II O Capelo
O Piedoso
O Pio
25 de Março de 1223 1247 Deposto pelo Papa Inocêncio IV no I Concílio de Lyon, em 1245, sob a acusação de «rex innutilis», viria a abdicar em 1247, exilando-se em Toledo, e vindo a falecer pouco tempo depois, em inícios de 1248.
Afonso III O Bolonhês 3 de Janeiro de 1248 16 de Fevereiro de 1279 Regente de Portugal, sob o título de Procurador e Defensor do Reino, desde 21 de Setembro de 1245, até à data da morte do irmão, quando assume plenamente a realeza.
Dinis I O Lavrador
O Rei-Trovador
O Rei-Poeta
O Rei-Agricultor
16 de Fevereiro de 1279 7 de Janeiro de 1325  
Afonso IV O Bravo 7 de Janeiro de 1325 28 de Maio de 1357  
Pedro I O Justiceiro
O Cruel
O Cru
O Vingativo
O Tartamudo
O Até-ao-Fim-do-Mundo-Apaixonado
28 de Maio de 1357 18 de Janeiro de 1367  
Fernando I O Formoso
O Belo
O Inconstante
O Inconsciente
18 de Janeiro de 1367 22 de Outubro de 1383  

Interregno (1383 - 1385)

Designação dada por toda a historiografia ao período que medeia a morte de Fernando e a ascensão ao trono do seu meio-irmão, o Mestre de Avis João, e que compreende as regências de Leonor Teles e do próprio Mestre de Avis.

Leonor Teles de Menezes 22 de Outubro de 1383 13 de Janeiro de 1384 Exerce a regência nos termos do tratado de Salvaterra
João, Mestre de Avis 16 de Dezembro de 1383 6 de Abril de 1385  

2ª Dinastia – Dinastia de Avis / Dinastia Joanina

Casa reinante: Avis
João I O da Boa Memória 6 de Abril de 1385 14 de Agosto de 1433  
Duarte I O Eloquente
O Rei-Filósofo
14 de Agosto de 1433 9 de Setembro de 1438  
Afonso V O Africano 9 de Setembro de 1438 11 de Novembro de 1477 Abdica em favor do filho, que assumia já as funções de regente do Reino.
João II O Príncipe Perfeito
O Tirano
11 de Novembro de 1477 15 de Novembro de 1477 É aclamado rei nas Cortes de Santarém de 1477; abdica ao regressar ao Reino o seu pai.
Afonso V O Africano 15 de Novembro de 1477 28 de Agosto de 1481 Reassume a realeza.
João II O Príncipe Perfeito
O Tirano
28 de Agosto de 1481 25 de Outubro de 1495  
Casa reinante: Avis-Beja
Manuel I O Venturoso
O Bem-Aventurado
O Pomposo
25 de Outubro de 1495 13 de Dezembro de 1521  
João III O Piedoso
O Pio
13 de Dezembro de 1521 11 de Junho de 1557  
Sebastião I O Desejado
O Encoberto
O Adormecido
11 de Junho de 1557 27 de Agosto de 1578  
Henrique I O Casto
O Cardeal-Rei
O Eborense/O de Évora
27 de Agosto de 1578 31 de Janeiro de 1580  
Conselho de
Governadores
do Reino de
Portugal
  31 de Janeiro de 1580 24 de Julho de 1580  
António O Prior do Crato
O Determinado
O Lutador
O Independentista
24 de Julho de 1580 25 de Agosto de 1580
(em Portugal Continental)
1583 (na ilha Terceira)
 

3ª Dinastia – Casa de Habsburgo / Dinastia Filipina / Casa de Áustria

Casa reinante: Habsburgo (ou Casa de Áustria)

Os soberanos desta dinastia foram também reis de Castela, Países Baixos, Nápoles, Sicília, Leão, Aragão, Valência, Galiza, Navarra, Granada, duques da Borgonha, etc., títulos genericamente reunidos sob a designação de Reis de Espanha.

Filipe I O Prudente 17 de abril de 1581 13 de Setembro de 1598 também Filipe II em Espanha (1556-1598)
Filipe II O Pio
O Piedoso
13 de Setembro de 1598 31 de Março de 1621 Filipe III em Espanha (1598-1621)
Filipe III O Grande 31 de Março de 1621 1 de Dezembro de 1640 Filipe IV em Espanha (1621-1665)

Durante este período de sessenta anos, os reis fizeram-se representar em Portugal por um vice-rei ou um corpo de governadores - veja a lista de vice-reis durante a dinastia filipina.

À revolta de 1 de Dezembro de 1640 seguiu-se a Guerra da Aclamação, depois chamada, pela historiografia romântica do século XIX, como Guerra da Restauração.

4ª Dinastia – Dinastia de Bragança / Dinastia Brigantina

Casa reinante: Bragança
João IV O Restaurador
O Afortunado
15 de Dezembro de 1640 6 de Dezembro de 1656  
Afonso VI O Vitorioso
O Prisioneiro
6 de Dezembro de 1656 12 de Setembro de 1683 Regências de Luísa de Gusmão (6 de Dezembro de 1656 – 26 de Junho de 1662) e do Infante Pedro (23 de Novembro de 1667 – 12 de Setembro de 1683)
Pedro II O Pacífico 12 de Setembro de 1683 9 de Dezembro de 1706  
João V O Magnânimo
O Magnífico
O Rei-Sol Português
O Freirático
1 de Janeiro de 1707 31 de Julho de 1750  
José I O Reformador 31 de Julho de 1750 24 de Fevereiro de 1777  
Maria I A Piedosa (em Portugal)
A Louca (no Brasil)
24 de Fevereiro de 1777 20 de Março de 1816 Regência do Príncipe João (despacho governativo: 1792 – 1799; regente: 15 de Julho de 1799 – 20 de Março de 1816)
Pedro III O Capacidónio
O Sacristão
O Edificador
24 de Fevereiro de 1777 5 de Março de 1786 Rei-consorte de Maria I
João VI O Clemente 20 de Março de 1816 10 de Março de 1826 Regente de Portugal 1792-1799; Príncipe-Regente de Portugal e Algarves 1799-1808; Príncipe-Regente de Portugal, Brasil e Algarves (1808-1816; Rei do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves (1816-1825); Rei de Portugal e dos Algarves e Imperador Titular do Brasil (1825-1826)
Pedro IV O Rei-Soldado
O Rei-Imperador
O Libertador
26 de Abril de 1826 2 de Maio de 1826 Também Imperador do Brasil (1 de Dezembro de 1822 – 7 de Abril de 1831); regente de Portugal (1831 – 1834)
Maria II A Educadora
A Boa-Mãe
2 de Maio de 1826 11 de Julho de 1828  
Miguel I O Rei Absoluto
O Absolutista
O Tradicionalista
O Usurpador
11 de Julho de 1828 26 de Maio de 1834 Regente em nome de Maria II (2 de Maio de 1826 – 11 de Julho de 1828)
Maria II A Educadora
A Boa-Mãe
20 de Setembro de 1834 15 de Novembro de 1853 Regência do pai Pedro (1831 – 1834)
Fernando II O Rei-Artista 16 de Setembro de 1837 15 de Novembro de 1853 Rei-consorte de Maria II; oriundo da família de Saxe-Coburgo-Gotha
Pedro V O Esperançoso
O Bem-Amado
O Muito Amado
15 de Novembro de 1853 11 de Novembro de 1861 Regência do pai Fernando (15 de Novembro de 1853 - 16 de Setembro de 1855)
Luís I O Popular
O Bom
O Rei-Marinheiro
11 de Novembro de 1861 19 de Outubro de 1889  
Carlos I O Diplomata
O Martirizado
O Mártir
O Oceanógrafo
O Rei-Pintor
19 de Outubro de 1889 1 de Fevereiro de 1908  
Manuel II O Patriota
O Desventurado
O Estudioso
O Bibliófilo
O Rei-Saudade
1 de Fevereiro de 1908 5 de Outubro de 1910 Implantação da República

End